segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Estampas florais são panos de fundo para o verão

As estampas florais nunca estiveram tão em alta no mundo da  quanto no próximo verão. Tanto nas passarelas nacionais, como nas coleções mostradas por Simone Nunes e Cori, e nas internacionais com Marc Jacobs para a Louis Vuitton, o pano de fundo para as próximas estações é colorida, levando romantismo e sedução às estampas que lembram mar, , areia e, , jardins. os desfiles, três tipos de estampas florais foram exibidas pelos estilistas:
Hibiscos: Ellus e Juliana Jabour jogaram-se no Havaí e mostraram, na última temporada da SPFW e do Fashion Rio, estampas com  grandes e coloridas inspiradas no surfwear. O pano de fundo florido aparece em, shorts e tops, enquanto para os homens bermudas e camisas com gola são mais do que bem-vindas.
Rosas: bem anos 50, não há estampa que expresse tanta feminilidade quanto as de rosas. A paixão pela padronagem vem dos ingleses e é originária da dinastia Tudor. A expressão 'english rose' foi criada pelo conhecido rei Henrique VII, após vencer a Guerra das Duas Rosas que durou 30 anos, em uma batalha das famílias York e Lancaster, que tinham em seus brasões uma  branca e uma vermelha, respectivamente. Nas passarelas, Ausländer e Blue Man.
Liberty: é uma das padronagens mais conhecidas do mundo da moda com suas flores miúdas colocadas lado a lado. Em 1880, o importador de artigos voltados à decoração oriental, Arthur Lasenby Liberty, percebeu que a qualidade de seus tecidos não era mais a mesma e resolveu comprar outros, como algodões crus, cashmeres e sedas, que passaram a ser tingidos manualmente a partir dos padrões orientais. No começo, a nova estamparia servia apenas para a decoração migrando tempos depois para o vestuário. Isabela Capeto foi uma das estilistas que apostou no rumo da moda. Veja na galeria de  roupas com as padronagens do verão. moda.terra



Safári

O deserto é a inspiração para o verão de diversas marcas. Entre as principais modelagens, estão macacões e macaquinhos e vestidos longos e fluidos. A cartela de cores que mistura tons de areia a tons marcantes como o azul-turquesa e o vermelho. As estampas ganham atenção especial, com desenhos grandes, pele de bichos e padronagens étnicas. Sarja, algodão e jérsei estão entre os tecidos mais utilizados.

Plus Size

A evolução da moda para tamanhos grandes aparece nos vestidos com decotes em V, cintura marcada e estampas chamativas, fugindo dos antigos curingas para as gordinhas. As listras são o recurso utilizado para alongar o corpo de forma fashion, aplicadas nos vestidos na diagonal e com mix de padronagens e acessórios. Os comprimentos ficam na altura dos joelhos, e os aviamentos esportivos completam as produções.

Navy

Essa tendência aparece para resgatar listras e combinações com azul-marinho, branco e vermelho, cores clássicas que dominam as peças nesse estilo. Entre as modelagens, as apostas da estação são tops tomara que caia, bermudas de cintura alta e vestidos de sarja, algodão e jeans. Entre os acessórios, reinam faixas e cintos no mesmo tom das roupas, colares chamativos, braceletes e sapatos em uma das cores básicas.

Alfaiataria

O militarismo deve continuar em alta no ano que vem, porém com uma nova modelagem. A alfaiataria chegou à onda militar e aliada à cartela de cores neutra e sóbria acrescentou elegância e sofisticação ao estilo. Com isso, os looks ficaram quase sem estampas ou modelagens muito carregadas. As calças apareceram com o comprimento mais curto e os vestidos ficaram na altura dos joelhos. Para os momentos de lazer, também apareceram opções com short e jeans.



Nude

Tons próximos ao da pele e acessórios feitos de materiais naturais apareceram mais uma vez entre as tendências para o verão. O  foi a da passarela e ganhou tanto modelagens soltinhas quanto ajustadas ao corpo. Complementos de tom dourado e chapéus deram o ar sofisticado às apresentações. O algodão e o viscoelastano foram os principais tecidos.

Romântico

A passarela do Mega Polo Moda de primavera e verão 2011 foi puro romance. O babado, uma das principais referências desse estilo, apareceu em peso nos desfiles. Saias e vestidos ganharam esse efeito em poucas ou muitas camadas, trabalhadas em tecidos leves e fluidos. Entre os tecidos mais utilizados, a renda e o algodão, que apareceram misturados a outros materiais pesados, como o jeans. A cartela de cores neutra foi usada com estampas delicadas e femininas. A minissaia dominou boa parte das coleções – com todos esses detalhes, além de muito femininas, as próximas coleções vão ter um ar bem jovem.

Um comentário:

eu hoje!!!!

eu hoje!!!!

SER FELIZ

SER FELIZ
APESAR DE TUDO ...SER FELIZ

glamour!!!!!!!!!

glamour!!!!!!!!!