terça-feira, 21 de setembro de 2010

importante!!!


Sinusite ou resfriado?
Sinusite é uma doença que ocorre com freqüência. Pode ser aguda, quando rapidamente provoca sintomas, ou crônica, quando as crises vão e voltam. Muita gente tem sinusite sem saber, porque desconhece seus múltiplos sintomas. Na verdade, a sinusite nem sempre provoca a clássica dor de cabeça. É comum vir acompanhada por tosse intensa.
Quase sempre a sinusite se manifesta depois de um resfriado. Se indivíduos resfriados fossem submetidos a uma tomografia computadorizada, 90% apresentariam alterações nos seios da face, mas apenas 10% evoluiriam para sinusite. Quando o resfriado, que é uma infecção viral, não passar em 5 ou 6 dias, é bom procurar atendimento médico. Dependendo do estado imunológico do paciente, o quadro pode ser grave, porque existem sinusites que afetam as regiões orbitária e intracraniana.Drauzio - Por que a sinusite provoca tosse?
Antonio Douglas Menon - Tosse pode ser o primeiro sintoma da Antonio sinusite. Na infância, é o principal elemento para um diagnóstico preciso. Praticamente 100% das crianças que tossem, são tratadas com xaropinho e não melhoram, têm sinusite. O sintoma aparece mais quando estão deitadas. As secreções caem na faringe e provocam uma reação no centro da tosse com a finalidade de eliminar o corpo estranho. Quase sempre é uma tosse seca, irritativa. A criança dorme mal, tem sono agitado e tosse por muito tempo. Apesar de ser mais noturna, não é raro manifestar-se pela manhã, ao levantar.Formas de tratamento
Drauzio - Qual o melhor tratamento para sinusite?
Antonio Douglas Menon - Há um tratamento específico para sinusite aguda e outro para sinusite crônica. Na fase aguda, deve-se primeiro aliviar os sintomas de dor, febre e obstrução nasal. O uso de descongestionantes locais ou sistêmicos ajuda a melhorar as drenagens desobstruindo os seios para eliminar as secreções. O resultado é menos dor e respiração mais fácil. Os descongestionantes indicados para a fase aguda são vasoconstritores e, embora haja vários bastante seguros, devem ser usados com parcimônia e cuidado, por tempo limitado, em média de 5 a 10 dias. Se não for possível suspendê-los totalmente, recomenda-se diluí-los em solução fisiológica.
Para combater a sinusite crônica, além do descongestionante, é necessário prescrever um antibiótico que ataque a flora mais comum nesses casos. A primeira escolha recai sobre a amoxilina, ou, se o paciente for alérgico, sobre a penicilina. É comum receitar-se, também, um antiinflamatório que auxilie a combater a dor. O antibiótico deve ser ministrado por via oral, de 10 a 14 dias no mínimo, tempo que pode ser dilatado conforme as circunstâncias.
Às vezes, porém, por condições anatômicas do nariz (desvio de septo, um pequeno tumor, um pólipo) ou por tratar-se de um germe mais resistente, não se consegue curar a sinusite. É preciso, então, combater essas patologias retirando secreção para determinar, por meio de cultura, o tipo específico de germe ou corrigir as anomalias por intervenção cirúrgica.
A cirurgia da sinusite evoluiu bastante. No passado, era sempre necessário abrir a fossa do seio maxilar. Hoje, por via endoscópica, pode-se atacar o processo infeccioso, inflamatório. Outras patologias, contudo, ainda dependem do método cirúrgico tradicional.
Drauzio - A solução fisiológica pode ser preparada em casa?
Antonio Douglas Menon - Uma pessoa, que não tenha remédio nenhum à mão e precise de um descongestionante, pode preparar uma solução em casa da seguinte maneira: para um litro de água fervida, juntar uma colher de chá de sal e pingar no nariz várias vezes por dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

eu hoje!!!!

eu hoje!!!!

SER FELIZ

SER FELIZ
APESAR DE TUDO ...SER FELIZ

glamour!!!!!!!!!

glamour!!!!!!!!!